10 maneiras de economizar dinheiro na Europa

By -

Você já está com a viagem programada para a Europa, mas não quer gastar mais do o seu orçamento disponível, existem algumas dicas que podem te ajudar. Confira:

1. Obtenha a cotação em dólares: Longo antes de viajar, quando você está escolhendo seu hotel, aluguel de automóveis e outros serviços essenciais, tente obter as cotações do dólar e, consequentemente, pague em dólares sempre que possível em sua viagem. Desta forma, não há nenhuma surpresa quando sua fatura de cartão de crédito chegar e você descobrir que pagou muito mais do que sua estimativa.

2. Encontre o seu foco. Ao planejar o seu roteiro europeu, considere explorar uma região ou país em profundidade, em vez de saltar em torno de um lugar para outro. Por exemplo, passe uma semana em Florença, fazendo passeios e viagens de um dia para as cidades próximas, como Toscana, ao invés de tentar visitar Milão, Veneza e Roma em sete ou oito dias. Você não só vai poupar horas no trânsito, como também economizar muito em despesas de transporte, tais como passagem aérea ou bilhetes de trem.

3. Escolha dias certos para visitar museus: Muitos museus oferecem entrada gratuita em determinados dias ou noites da semana ou períodos do mês. Um exemplo disso é o Louvre, que tem entrada gratuita no primeiro domingo de cada mês, bem como no Dia da Bastilha, em 14 de julho. Verifique antes as entradas gratuitas nos museus que você quer visitar e agende sua visita em conformidade.

4. Encontre entretenimento gratuito: Da mesma forma que você pode escolher visitar museus em dias gratuitos, mantenha-se de olho na programação de concertos, performances, eventos em parques, igrejas e outros locais públicos. O melhor lugar para encontrar essas programações é nos jornais locais ou listas de entretenimento.

5. Compre um passe: A maioria das grandes cidades europeias oferecem cartões de desconto especiais, incluindo descontos ou entrada gratuita para museus, atrações, passeios e transporte público. Essa pode ser uma grande alternativa para você, mas não se esqueça de avaliar se realmente vale a pena. Se o cartão custa US$ 30 e você só vai usá-lo em um ou dois museus, pode ser melhor pagar a parte.

6. Não tenha medo de pechinchar: Não é recomendável pechinchar em locais como Harrods ou outras lojas de departamento, mas ainda há muitos lugares na Europa onde a negociação é aceitável. Mercados ao ar livre e camelô oferecem excelentes oportunidades para experimentar suas habilidades para pechinchar.

7. Elimine o carro: Na maioria das vezes, um carro alugado não é realmente necessário e, de fato, pode ser um obstáculo ao visitar uma grande cidade. Muitos países europeus têm redes abrangentes de trens e ônibus locais que você não pode mesmo precisar de um carro para visitar lugares. O transporte público está disponível para muitas pequenas cidades e atrações turísticas rurais, o que faz você vai economizar não só no preço do aluguel do carro, mas também no custo do combustível.

8. Elimine também o táxi: A maioria dos aeroportos europeus é servida por trens ou ônibus que irão levá-lo de volta no centro e por um valor muito mais baixo que o custo de um táxi.  Da mesma forma, é muito mais barato para se locomover pela cidade através de transportes públicos ou, melhor ainda, andando de um lugar para outro a pé.

9. Vá ao supermercado: Crie um pequeno estoque de água mineral, frutas e lanches de mercearias, em vez de comprar em lojas para turistas. Você vai pagar o que os moradores pagam, e muitas vezes, a seleção é mais ampla também.

[DSC01936+supermarket+1.jpg]

10. Leve em conta o aluguel: Escolha um aluguel de férias em vez de um hotel de alto padrão. Alugar um apartamento ou casa, muitas vezes, lhe dá mais espaço por menos dinheiro. Por isso é uma opção particularmente econômica quando você está viajando com um grupo ou família. E ainda as instalações de cozinha são disponíveis para você, poupando-lhe de gastar muito em restaurantes.

Isabella Magalhães

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>