Viajando para Maceió: o que fazer, praias e pontos turísticos

By -

Uma das cidades mais visitadas do Nordeste, Maceió é um lugar onde a natureza caprichou. Capital do Alagoas, a cidade reúne 40 quilômetros de lindas praias com águas cristalinas e areias branquinhas. As piscinas naturais e as extensas manchas verdes, formadas por coqueirais e fazendas de cana-de-açúcar, completam o cenário paradisíaco. A beleza exuberante da cidade encanta qualquer visitante.

Apelidada de Caribe brasileiro, Maceió possui as praias mais lindas do Brasil. É possível encontrar na cidade algumas praias primitivas, que deixam os visitantes fascinados e sem vontade de ir embora. Durante dia, o brilho do céu ilumina o trabalho dos caçadores de mariscos e os catadores de sururus. No período da noite, a luz da lua se faz nova, e as estrelas não abandonam a cidade na escuridão.

Foto Maceió_01

Roteiros culturais também não faltam em Maceió. A extraordinária arquitetura predominante, que vai do colonial ao neoclássico, é repleta de belíssimos prédios que fazem história na cultura brasileira. O Museu Palácio Floriano Peixoto, reúne mobiliário dos séculos XIX e XX, prataria, cristais e objetos decorativos. Já o Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore, abriga as mais expressivas coleções sobre a cultura e a arte. Quem vai a Maceió também não pode deixar de conhecer o aquário, as igrejas e os artesanatos locais, feitos pelas habilidosas rendeiras.

Melhor época para visitar Maceió

Apesar de o sol estar presente na cidade durante todo o ano, uma das melhores épocas para se visitar Maceió é de janeiro a março e de agosto a dezembro. Nestes períodos o sol é mais forte. Se você gosta de praias mais vazias e quer economizar, a baixa temporada também é uma ótima opção. Pois além das orlas estarem mais tranquilas para fazer passeios, neste período o preço dos hotéis e pousadas é bem mais baixo, quase a metade dos valores da alta temporada.

Foto Maceió_02

Onde ir em Maceió

Uma das maiores vantagens de visitar Maceió é que, mesmo estando em meio a natureza, a cidade oferece todas as facilidades de uma cidade bem estruturada, digna de uma capital. O aeroporto moderno, os ótimos restaurantes e os hotéis e pousadas organizados não deixam nada a desejar. Veja algumas dicas:

Praia de Pajuçara: Famosa por oferecer passeios de jangada, proporcionando aos visitantes belas vistas dos peixes em águas cristalinas, a praia de Pajuçara, é um ótimo destino. Entre as atrações, sanfoneiros e cantadores promovem um animado forró em meio aos corais.

Foto Maceió_05

Praia do Gunga: Considerada uma das praias mais belas do Brasil, a Praia do Gunga tem areia branca e emoldurada por coqueiros, que avançam mar adentro. A região é procurada por pessoas de todas as idades, que gostam de aproveitar um dia de sol, sombra e água de coco.

Bairro Histórico do Jaraguá: É um dos bairros mais antigos da cidade, possuindo construções do período colonial, onde é possível encontrar bares, boates, restaurantes e museus.

Dunas de Marapé: Este complexo turístico próximo à Maceió apresenta lindas praias e dunas que podem ser admiradas por um passeio a pé. As águas mornas são as grandes protagonistas desse lugar.

DIGITAL CAMERA

Pousada da Orla: Localizada na Praia de Pajuçara, a Pousada da Orla hospeda o turista na enseada mais bonita do nordeste, com seus coqueiros, jangadas e areias brancas.

Ritz Praia Hotel: O ambiente do Ritz Praia Hotel é inovador, situado na praia de Ponta Verde, próximo das melhores atrações da cidade. O hotel é um dos mais procurados pelos visitantes.

Foto Maceió_04

Delícias gastronômicas de Maceió

O pólo gastronômico de Maceió originou-se de Jatiúca, a primeira praia a ganhar destaque nos guias de turismo da região. Atualmente, é possível encontrar restaurantes excelentes na cidade, como o Canto da Boca – especializado em frutos do mar-. Existem também os quiosques da orla, como o Cala Hari e o Lampião, que oferecem várias opções culinárias. Em Maceió você consegue saborear tanto a gastronomia regional quanto pratos estrangeiros, como os franceses, japoneses e até peruanos.

Isabella Magalhães

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>